Nada é por acaso.

A Editora Noir nasceu em setembro de 2016, da paixão de dois amigos – um jornalista e um designer gráfico – por literatura, música, cinema e histórias em quadrinhos. Eles se encontraram "por acaso" em um evento, e, de uma conversa despretenciosa, perceberam que entre eles havia o desejo comum de criar obras que não encontravam nas livrarias. O resultado dessa conversa veio ao mundo em janeiro de 2017. 

quem_somos.jpg

Essa parceria trouxe uma linha editorial ambiciosa: produzir livros cuidadosamente bem escritos, bem editados, marcados pela irreverência e contestação. A Noir busca contribuir para o aumento de informações e documentação sobres os temas propostos. E não apenas isso, além de se preocupar em deixar um legado, quer abrir portas de entrada para um público que muitas vezes fica esquecido pelas editorias tradicionais. 
 

Novo, diferente, interessante, ousado. Esse é o perfil dos títulos que trazem o selo Noir.


Inicialmente, as biografias serão o carro chefe, mas as histórias em quadrinhos e estudos teóricos também terão espaço garantido no catálogo.

A Noir irá buscar crônicas e ficções de novos autores, escritores que estão fora de catálogo, referências esgotadas, obras clássicas e escritores de outros países cujas obras ainda não foram publicadas no Brasil. E, certamente, irá se estabelecer como a casa dos livros transgressores que irão fazer o público repensar valores, preceitos, conceitos e preconceitos. 

Essa é a editora Noir. 

Se você quer participar com a Noir dessa jornada entre em contato.